Translate

domingo, 13 de novembro de 2011

Ele virá

“[...] Santo, santo, santo, é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, que era, que é e que há de vir.” Apocalipse 4:8
O Senhor Jesus, sem dúvidas, é um Deus de compromissos. E o maior e mais sublime de todos eles, é o que está descrito em “[...] Eu vou, mas voltarei para ficar com vocês!” (Mateus 14:28). Nós sempre ouvimos os outros dizerem que Jesus vem, nós mesmos dizemos que Jesus está voltando, mas o real sentimento que deve existir dentro de nós, muitas vezes, não existe. São apenas palavras. Agora eu me pergunto: Do que adiantaria viver para Jesus apenas nesta vida? Qual seria o sentido de evangelizar os outros e ganhá-los para Jesus? Apenas para que eles digam “Eu O aceito” e pronto? É por causa disso que Jesus nos manda ir à todos os povos?
A questão é que a nossa maior esperança não tem sido renovada todos os dias. O motivo maior pelo qual queremos que os outros O aceitem, enquanto é tempo, não tem sido o grande destaque de nossas vidas. Temos vivido nossos dias, enfrentado nossas lutas e barreiras e não temos lembrado, muitas vezes, que aquilo que estamos passando não se compara com o que virá.
O “que era” do texto de Apocalipse 4 nos garante a base naquilo que acreditamos, pelo que Ele foi. O “que é” nos dá o conforto que precisamos, pois com isso sabemos que Ele não mudou, e ainda age livremente em nossas vidas. Mas o “e que há de vir” nos traz esperança, nos traz perseverança, nos faz esquecer daquilo que temos passado e vivido e nos mostra que há uma luz, Ele vêm! Ele vêm! Ele vêm! É essa a causa pela qual temos que nos esforçar para anunciar aos outros que precisam aceitá-Lo e reconhecê-Lo. Ele vêm! E vai querer levar com Ele aqueles que O foram fiéis, que sofreram por causa dEle, que O amaram, que O encarnaram, enfim, aqueles que decidiram crer que a promessa que Ele fez há milênios atrás ainda é viva.
Podemos estar enfrentando a diversidade que for, o sofrimento que for. Talvez não haja mais dinheiro para pagar as contas, talvez não haja mais motivação para O adorar, talvez não haja mais fogo para resistir à tudo o que o mundo está te oferecendo, mas lembre-se: a promessa continua a ecoar, viva, nos quatro cantos da terra: Ele vêm! Ele vêm! Ele vêm! E o importante não é saber o dia nem a hora, mas sim saber que nós seremos levados com Ele, a qualquer hora, em qualquer lugar. Pois assim como conhecemos o lado bom dessa vinda, sabemos também o lado mal que está reservado à todos os que não creram, não O aceitaram, não sofreram por Ele. Quando as tempestades vierem, tente se imaginar chegando na glória e, dando um abraço bem apertado em Jesus, você diz a Ele: “Pai, valeu a pena!”
“Eu penso que o que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada no futuro.” Romanos 8:18
Portanto, ainda que a pior das circunstâncias venha nos atingir, venhamos crer que nada pode se comparar com aquilo que viveremos ao lado de Jesus na glória. Viveremos, todos, em harmonia, louvando junto com os antigos profetas e nomes da Bíblia Sagrada e o Senhor Jesus, eternamente. Ali não haverá choro nem dor, e perpetuamente estaremos face a face com o nosso Senhor. Eternamente!
Segure esta palavra, ela é eterna.
NEle, que, sem dúvidas, há de vir,
Tadeu Ribeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Imagem

Imagem

Para Todos que vizitam este blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Fique a vontade para compartilhar por aí aquilo que te edificou.Mas seja legal e cite a fonte.

Anuncio